Milton Dacosta
2 obra(s) encontrada(s)

Niterói/RJ – 1915

Pintor, desenhista, gravador, ilustrador.
1929 - Iniciou estudos de desenho e pintura com o professor alemão August Hantv. No ano seguinte matriculou-se no curso livre de Marques Júnior, na Escola Nacional de Belas Artes (Enba), que foi fechada pela Revolução de 1930.
1931 - Milton Dacosta, com Edson Motta, Bustamante Sá e Ado Malagoli, entre outros, cria o Núcleo Bernardelli.
1936 – Sua primeira exposição individual ocorreu no Rio de Janeiro. Nesse ano recebeu menção honrosa no Salão Nacional de Belas Artes.
1945- Viajou para os Estados Unidos com o prêmio de viagem ao exterior do Salão Nacional de Belas Artes do ano anterior. Na cidade de Nova York, estudou na Art's Students League of New York.
1946 – Foi para Lisboa, e conheceu Almada Negreiros e Antonio Pedro. Após visita a vários países da Europa, fixou-se em Paris, onde estuda na Académie de La Grande Chaumière. Conheceu Pablo Picasso, por intermédio de Cicero Dias, e frequentou os ateliês de Georges Braque e Georges Rouault. Expõs no Salon d'Automne e regressou ao Brasil.
1949 - Casou-se com a pintora Maria Leontina e passa a residir em São Paulo. Na década de 1950, desenvolve uma obra de cunho construtivista, característica que muda na década seguinte; retorna ao figurativo com a série de gravuras coloridas em metal com o tema Vênus.